André Dusek/Estadão
André Dusek/Estadão

Brasil ainda não chegou ao fundo do poço, diz Moreira Franco

No Twitter, secretário do Programa de Parcerias de Investimentos afirmou que a economia ainda vai piorar antes de melhorar

Lu Aiko Otta, O Estado de S.Paulo

01 de agosto de 2016 | 20h59

Em sua conta no Twitter, o secretário executivo do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), Wellington Moreira Franco, disse que a economia brasileira ainda vai piorar antes de melhorar. Mas, ao menos, há uma perspectiva de recuperação econômica a partir das medidas enviadas ao Congresso Nacional pelo presidente em exercício, Michel Temer.

"Na economia o #Brasil não chegou ao fundo do poço. Ainda vai piorar, mas com menos velocidade e, sobretudo, tendendo a estabilizar", escreveu. "Consequência das medidas econômicas propostas pelo pres @MichelTemer ao Congresso com objetivo de equilibrar as contas públicas". E concluiu: "Ou seja, nós continuaremos a sofrer com a falta de emprego e renda. Mas agora há um túnel! Antes nem isso tínhamos. #Crescer".

 

 

 

 

Ele cita dados do Banco Central para mostrar o tamanho do desafio do ajuste na economia, ao escrever que "no semestre rombo é de R$ 23,8 bi; dívida atingindo 42% do PIB." Ele acrescenta que há muito a fazer para mudar o quadro e "voltar crescer, gerar emprego, a criar oportunidades p os q querem empreender por conta própria." Um caminho, conclui, são as parcerias com o setor privado em concessões e privatizações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.