Brasil ainda negocia embargo da Rússia às carnes

Representantes da embaixada do Brasil em Moscou se reuniram hoje com autoridades do governo russo para explicar a ocorrência de febre aftosa em rebanho bovino no Pará, na semana passada, que provocou a suspensão das importações de carne brasileira pela Rússia, incluindo suínos e franco. A expectativa do governo brasileiro é que a decisão seja revista, já que o Pará não exporta carne bovina. ?Não tenho preocupação quanto à suspensão definitiva. Houve uma suspensão temporária?, afirmou o ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues.Segundo ele, o governo da Rússia pediu, na sexta-feira, informações adicionais sobre o foco de febre aftosa registrado no município de Monte Alegre. O ministro esteve hoje com o embaixador da Rússia no Brasil, Vassili P. Gromov, que não deu informações sobre o embargo. ?Não tenho notícias boas, nem ruins. Mas notícia ruim chega logo?, disse Rodrigues.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.