Brasil aumentará exportação de carnes ao Equador

O Equador, interessado em aumentar suas compras de carnes procedentes do Brasil, registrou dez empresas brasileiras produtoras de frango e outras 34 processadoras de carne suína, informou nesta sexta-feira o Ministério da Agricultura. Atualmente, o Equador só importa carne suína de algumas poucas empresas brasileiras. Mesmo assim, as vendas cresceram cerca de 364% em 2005, tomando como base o ano anterior. Com isso, foi atingido US$ 1,4 milhão. "Essa decisão reflete a cooperação existente hoje entre os serviços veterinários do Brasil e do Equador e irá gerar um maior intercâmbio comercial", afirmou o coordenador da Secretaria de Relações Internacionais do Ministério de Agricultura, Odilson Ribeiro. Apesar do embargo imposto por cerca de 50 países às carnes brasileiras em conseqüência dos focos de aftosa confirmados em novembro passado, as exportações no ano passado subiram 31% em relação a 2004, atingindo US$8,066 bilhões

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.