coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Brasil bate recorde de exportações para China em julho

As exportações do Brasil para a China em julho atingiram o recorde histórico de US$ 1,067 bilhão - maior volume já exportado em um mês - segundo a Câmara Brasil-China de Desenvolvimento Econômico (CBCDE), com base em dados da Secretaria de Comércio Exterior (SECEX). Com o resultado, o superávit no mês foi de US$ 413 milhões. A recuperação das vendas brasileiras começou em junho, com US$ 860 milhões, e ampliou-se em julho, após saldos negativos ou pouco expressivos nos primeiros meses do ano.De janeiro a julho, a corrente de comércio entre os países somou US$ 8,8 bilhões - o Brasil vendeu US$ 4,7 bilhões para a China e comprou US$ 4,1 bilhões -, valor que representa 72% do que foi comercializado em 2005 (US$ 12,1 bilhões). Para 2006, a CBCDE estima uma corrente comercial de R$ 15 bilhões entre os dois países.Segundo informações da câmara, o aumento das vendas de minério de ferro e a alta dos preços das commodities, somados ao fim da greve dos auditores fiscais da Receita Federal, puxaram o resultado positivo.Nesta sexta-feira, representantes de 50 empresas chinesas da cidade de Shenzhen vêm em missão a São Paulo para intensificar as relações comercias entre os dois países. Na próxima semana, uma delegação do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior viaja à China, também em missão empresarial.

Agencia Estado,

16 de agosto de 2006 | 17h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.