Brasil cai no ranking ´Ambiente para Negócios´

O Brasil caiu da 42ª para a 45ª posição no ranking Ambiente para Negócios, elaborado pela consultoria britânica Economist Intelligence Unit (EIU). O estudo mede a atratividade de 82 países para investimentos estrangeiros.A lista é liderada pela Dinamarca, seguida pela Finlândia, Canadá, Cingapura e Holanda. Nas últimas posições, Líbia, Angola e Cuba oferecem as condições mais inóspitas para os investidores estrangeiros.Entre os países latino-americanos, o Chile é o melhor colocado, no 22º lugar, seguido pelo México, na 42ª posição. A EIU observa que, a exemplo do Brasil, a maioria dos países latino-americanos perdeu posições no ranking desde o ano passado. "O desencanto com reformas liberais não deverá se traduzir numa ofensiva total contra os investidores estrangeiros na região, mas o entusiasmo para o investimento poderá se tornar mais qualificado do que no passado", disse a consultoria. "A competitividade também é um crescente problema em muitos países latino-americanos, que também enfrentam condições políticas difíceis que não estimularão reformas."Para produzir o ranking, a EIU mede a qualidade do ambiente de negócios de cada país, além de fatores como o clima político e institucional, estabilidade macroeconômica, a promoção das iniciativas, regime tributário e condições da infra-estrutura.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.