Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Brasil cria 152.091 vagas formais em janeiro--Caged

A economia brasileira criou 152.091 postos de trabalho com carteira assinada em janeiro, informou o Ministério do Trabalho nesta quinta-feira.

REUTERS

24 de fevereiro de 2011 | 11h28

Os números fazem parte do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

É o segundo maior resultado para um mês de janeiro desde o início da série histórica iniciada em 1995, perdendo apenas para o ano passado, quando foram gerados 181.419 postos.

O setor de serviços liderou a abertura de vagas no mês passado, com 73.231 empregos. Indústria de transformação criou 53.207 vagas e construção civil abriu 33.358 vagas. No comércio, houve o fechamento de 18.130 postos formais.

Na série ajustada, o montante de empregos gerados atingiu 2.467.372 no acumulado dos últimos 12 meses.

Mais cedo, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que a taxa de desemprego em janeiro ficou em 6,1 por cento, pouco acima da previsão de 6,0 por cento feita por analistas.

(Reportagem de Leonardo Goy)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROCAGEDJANEIRO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.