Brasil debate integração em petróleo com Argentina

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Miguel Jorge, informou hoje que Brasil e Argentina ampliaram as discussões sobre a integração produtiva entre os dois países. Segundo ele, um ponto importante abordado hoje em São Paulo foi uma integração na área de petróleo e gás, com a possibilidade de o país vizinho fornecer equipamentos para ajudar o Brasil na exploração do pré-sal. Miguel Jorge participou de reunião em um hotel da capital paulista com a ministra da Produção da Argentina, Débora Giorgi. O encontro, de aproximadamente duas horas, contou também com participação do secretário-executivo MDIC, Ivan Ramalho, do secretário de Comércio Exterior, Welber Barral, e de representantes do ministério argentino.

FLAVIO LEONEL, Agencia Estado

21 de setembro de 2009 | 15h31

"Definimos hoje que será pauta prioritária para os dois ministérios a procura da máxima integração produtiva entre os dois países", afirmou o ministro. "A Argentina tem uma tradição importante e grande capacidade tanto em grandes equipamentos como no fornecimento de partes de peças e componentes para a indústria", complementou. Além da discussão relacionada à área de petróleo e gás, Miguel Jorge informou que foram iniciadas conversas também para uma integração produtiva na área naval. Questionado sobre se já haveria uma meta de investimentos para esse processo, ele respondeu que as conversas ainda estão no começo e que estes detalhes serão definidos futuramente.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleointegraçãoBrasilArgentina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.