Brasil descarta controlar capital especulativo

O governo brasileiro não cogita a adoção de controle de capitais, garantiu hoje o secretário do Tesouro Nacional, Joaquim Levy. O secretário evitou avaliar o impacto no Brasil da decisão do governo Argentina de impor controle ao capital especulativo. "É difícil avaliar nesse momento o impacto da decisão Argentina".Levy disse não acreditar que os investimentos no Brasil sejam afetados diante do risco do País ser comparado com a Argentina. "Há fatores muito mais importantes na economia doméstica do Brasil", disse. O secretário do Tesouro afirmou que o governo vem trabalhando com transparência e mostrando resultados significativos. "Isso que é o mais importante para a decisão de investimentos", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.