Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Brasil deve exportar o triplo de soja dos EUA em 2018

Projeções de longo prazo divulgadas hoje pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) mostraram que em dez anos as exportações de soja do Brasil serão quase o triplo das vendas americanas ao exterior. De acordo com o Relatório de Projeções Agrícolas do USDA, as vendas de soja do Brasil no exterior deverão passar de 30,7 milhões de toneladas na atual safra 2007/08 para 62,9 milhões de toneladas em 2017/18. Já as exportações americanas deverão recuar de 26,5 milhões de toneladas para 22,5 milhões de toneladas no período. Na safra passada, os Estados Unidos foram os maiores exportadores mundiais de soja. Neste ano, se as projeções acima se confirmaram, o Brasil será o líder. A tendência para os próximos dez anos, portanto, é que o País confirme esta liderança, segundo indicam os dados da USDA. A atual safra brasileira é estimada pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) em 58,5 milhões de toneladas.De acordo com o governo dos Estados Unidos, a produção norte-americana de soja deverá se estabilizar nos próximos anos, em favor da produção de milho, que deverá crescer. Ao mesmo tempo, haverá maior demanda interna por soja por conta do crescimento da produção de biodiesel. No lado dos compradores, a China, maior importador de soja do mundo, deverá aumentar suas compras de atuais 33,5 milhões de toneladas para 36,2 milhões de toneladas em 2008/09 e deve chegar a 2017/18 com aquisições de 58,3 milhões de toneladas. A União Européia (UE), segundo maior importador, deverá manter suas compras entre 14 milhões e 15,5 milhões de toneladas de soja nos próximos dez anos, de acordo com o USDA.

ANA CONCEIÇÃO, Agencia Estado

12 de fevereiro de 2008 | 18h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.