Brasil deve ser auto-suficiente em petróleo em 2006

O Brasil deve aumentar a produção de petróleo e passar a exportador do produto depois de 2006, defendeu o presidente da Repsol YPF no País, João Carlos de Luca. Ele observou que a produção de petróleo tem aumentado acima de 10% ao ano nos últimos anos e que a auto-suficiência do País no setor é prevista para o ano de 2006. "A grande questão é o que fazer depois disso: vamos trabalhar para manter a produção e guardar petróleo para os nossos netos ou vamos aumentar a produção e exportar?", disse. De Luca argumentou que o petróleo como fonte de energia vai acabar antes que o Brasil esgote as suas reservas do produto. Por esse motivo, "guardar é perder dinheiro", segundo acredita. Ele afirmou que o petróleo pode ser uma fonte de recursos importante para o País através das exportações. "Com 10 projetos de produção de 100 mil barris por dia, podemos gerar US$ 12 bilhões em exportações", afirmou.De Luca disse ainda que, segundo a Agência Nacional de Petróleo (ANP), o Brasil já produziu ao longo da história 6 bilhões de barris de petróleo, tem reservas já provadas de 9,8 bilhões de barris e reservas a aprovar estimadas em 13 bilhões de barris. "O potencial é bem grande", afirmou. De Luca participa do seminário "cenários da economia brasileira e mundial em 2004", que está sendo realizado hoje no Rio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.