Brasil dobrará importações de etanol na safra 2014/15, prevê Datagro

O Brasil deverá dobrar as importações de etanol na temporada 2014/15 na comparação com a safra anterior, para 600 milhões de litros, numa temporada de quebra de produção de cana devido à seca e com o setor se preparando para uma entressafra mais longa no centro-sul, avaliou nesta quinta-feira a consultoria Datagro.

REUTERS

23 de outubro de 2014 | 13h52

Do total, a região centro-sul deverá importar 180 milhões de litros, e o Norte/Nordeste outros 420 milhões.

Na temporada passada, as importações do centro-sul, maior região produtora de cana, somaram 60 milhões de litros, enquanto as do Norte/Nordeste atingiram 250 milhões de litros.

"No centro-sul, (as importações) já começaram. No Norte/Nordeste, também", declarou o presidente da Datagro, Plinio Nastari, em entrevista ao Trading Brazil, chat da Thomson Reuters.

Tradicionalmente, o Brasil importa etanol dos Estados Unidos, o maior produtor global do biocombustível.

(Por Roberto Samora)

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSETANOLIMPORTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.