carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Brasil e Argentina discutem financiamento de projetos

Países veem fundos de investimentos interessados em financiar projetos comuns de longo prazo

MARINA GUIMARÃES, Agencia Estado

30 de outubro de 2009 | 16h06

Apesar do conflito comercial entre os dois principais sócios do Mercosul, os presidentes dos Bancos Centrais do Brasil, Henrique Meirelles, e da Argentina, Martín Redrado, estudam com empresários de ambos os países projetos comuns de financiamento. "Estamos discutindo questões de médio e longo prazos, como criar mecanismos de harmonização de políticas no Mercosul e de questões referentes, por exemplo, a mecanismos de financiamento de projetos comuns", afirmou nesta sexta-feira, 30, Meirelles em Buenos Aires, onde participou de uma reunião com Redrado e empresários.

Segundo ele, "existem interesses de fundos de investimentos, particularmente na área de private equity (fundos que investem em empresas), para financiar projetos de longo prazo, e poderia existir a possibilidade de financiamento de projetos conjuntos". Meirelles explicou que "ainda é preciso discutir a estrutura de financiamento dos projetos que possam ser de interesse dos investidores e ver até que ponto podem ser financiados por bancos comerciais ou de desenvolvimento".

O presidente do BC informou que a atual discussão se encontra em etapa de elaboração das minutas dos projetos. Para ele, a crise bilateral gerada por barreiras mútuas ao comércio não prejudica a relação a longo prazo entre o Brasil e a Argentina. "A curto prazo (a crise) pode prejudicar, mas a nossa visão não é pontual de questões comerciais. É uma abordagem de prazo mais longo que podemos fazer independentemente de problemas ou soluções de curto prazo", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
BrasilArgentinafinanciamentoMeirelles

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.