finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Brasil e Argentina eliminarão dólar nas trocas comerciais

Sistema operacional é montado nos bancos centrais dos 2 países e permitirá ampliar o comércio

Adriana Fernandes, da Agência Estado,

21 de novembro de 2007 | 13h20

Brasil e Argentina devem assinar, nos próximos dias, um protocolo para a implantação de um sistema que eliminará o dólar nas transações comerciais entre os dois países e permitirá que seja adotada nessas transações a moeda local. O anúncio foi feito nesta quarta-feira, 21.  O ministro previu que, no início do próximo ano, esse sistema estará funcionando, após uma fase inicial de teste. Mantega disse, em conversa com jornalistas, que o projeto está sendo implementado desde o início deste ano para a montagem do sistema operacional que fará o fechamento do câmbio. Segundo o ministro, trata-se de uma movimentação diária de US$ 40 milhões a US$ 50 milhões, porque as transações comerciais entre os dois países estão em tono de US$ 20 bilhões ao ano. Mantega disse que o sistema operacional está sendo montado nos bancos centrais dos dois países e permitirá ampliar o comércio bilateral e reduzir sobretudo o custo de intermediação. "Hoje, esse custo tem que passar de real para dólar e peso e, depois, de peso para dólar e de dólar para real. Tudo isso é transação financeira, bancária, e vamos evitar pagar uma parte dessa transação", explicou o ministro. Acrescentou que o novo sistema abrirá também "a possibilidade de que mais empresas de menor porte tenham facilitado o ingresso nesse mercado."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.