Brasil e Argentina fecham acordo sobre fogões para 2005

Os fabricantes de fogões a gás da Argentina e do Brasil fecharam um acordo de seis meses sobre a exportação brasileira. Segundo a câmara de fabricantes Cafagas, da Argentina, as exportações brasileiras do produto até 31 de dezembro deverão ser limitadas a 50 mil unidades. Isto representa um leve aumento sobre as 47.500 unidades permitidas no primeiro semestre.O comunicado da Cafagas afirma que os fogões brasileiros detinham 55% do mercado argentino, mas a participação foi reduzida para 26% com os recentes acordos. A Cafagas afirma que o grupo trabalha para "a implementação de medidas que possam dar um solução de longo prazo ao Mercosul. Os eletrodomésticos e produtos de linha branca têm sido uma fonte de atrito entre a Argentina e o Brasil. As informações são da agência Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.