Brasil e Argentina podem ter banco regional no Cone Sul

Seis províncias argentinas vão propor a criação de um banco regional ou de um fundo para financiar micro-empreendimentos nas províncias argentinas e Estados brasileiros que fazem parte do Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul (Codesul). A proposta será feita pelo governador da província de Chaco, Angel Rozas (União Cívica Radical-UCR), um dos participantes da próxima reunião do Codesul, a ser realizada em Campo Grande, no dia 25 de fevereiro. O encontro será feito a pedido do governador do Mato Grosso do Sul, Zeca do PT, no qual participarão os governadores do Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Pelo lado argentino, estarão os governadores de Formosa, Corrientes, Santa Fé e Chaco e os representantes de Entre Rios e Misiones, segundo informações do assessor de imprensa do governador Angel Rozas.Rubén Dario Gonzalez informou à Agência Estado que o documento que será apresentado ainda está sendo redigido pela Secretaria de Relações Internacionais. No entanto, adiantou que a principal proposta das províncias argentinas é a de criar um fundo regional ou um banco específico para financiar o desenvolvimento de micro e pequenas empresas na região."Necessitamos fundos para agregar tecnologia à matéria-prima e assim gerarmos empregos em nossa região", afirmou Dario Gonzaléz. Outra proposta adiantada pelo assessor é a de estabelecer uma cooperação para o intercâmbio de estudantes universitários e de pós-graduação, além de convênios para capacitação técnica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.