Brasil e Bolívia terão reunião para discutir gás

O ministro de Hidrocarbonetos da Bolívia, Óscar Coca, disse ontem que autoridades de seu país e do Brasil vão se reunir em setembro para discutir o contrato de compra e venda de gás natural. "Antes de 24 de setembro, vamos promover um encontro entre presidentes de empresas e ministros. Ainda não se sabe onde será, mas o assunto está relacionado ao que está escrito (no contrato de fornecimento de gás boliviano ao Brasil)", disse. Em agosto, a YPFB, estatal boliviana que fornece gás, diminuiu a produção em 15 milhões de metros cúbicos/dia por causa da queda da demanda brasileira e argentina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.