Brasil e China acertam cooperação em petróleo

A ministra de Minas e Energia, Dilma Roussef, e o Ministério do Comércio da China assinaram nessa segunda-feira, em Pequim, um memorando de entendimento para desenvolver a cooperação bilateral nos setores de petróleo, gás natural, combustíveis renováveis, eletricidade e mineração. Os governos brasileiro e chinês poderão também identificar projetos de cooperação de interesse mútuo nestas áreas. O memorando prevê a formação de um Grupo Misto de Trabalho (GMT), no âmbito da Comissão Mista Sino-Brasileira, coordenado pelos dois Ministérios, para implementar as ações previstas no acordo, com prazo de validade de dez anos e renovável por iguais períodos. Segundo a Assessoria de Imprensa do Ministério de Minas e Energia, a Petrobras e o BNDES também assinaram memorandos de entendimento com a Sinopec, companhia estatal petroquímica chinesa, e o China Exim Bank, banco de fomento à exportação daquele país. A Sinopec é responsável por 57,8% do suprimento total de combustíveis na China.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.