Brasil é o 101º país em ranking de liberdade econômica

Hong Kong é a economia mais livre do mundo, na frente de Cingapura, segundo estudo divulgado hoje pelo centro de análises "The Heritage Foundation" em parceria com o Wall Street Journal. O Brasil ocupa a 101ª posição no ranking de liberdade de mercado, com 55,9 pontos, o que o coloca em um nível considerado como de "relativamente não-livre".Na metodologia do estudo da Heritage Foundation, quanto mais alta a pontuação, menor o nível de interferência do governo na economia. Na pesquisa do ano passado, o Brasil ficou na 99ª posição no ranking geral de liberdade econômica. O estudo mostrou que no ano de 2003 o País estava na 58ª posição; em 2004, na 60ª posição; em 2005, na 62ª posição; e, em 2006, na 70ª posição.Entre os países da América Latina, o Chile aparece em oitavo lugar, com 79,8 pontos, à frente da Suíça, com 79,7, e Reino Unido, com 79,5.Nas Américas, os Estados Unidos lideram a lista dos países de maior abertura econômica, com 80,6 pontos (no mundo, os EUA ocupam o 5º lugar). Na seqüência, aparecem Canadá, Chile, Trinidad e Tobago, Bahamas, Barbados, El Salvador, Uruguai, Jamaica e Panamá - os dez primeiros da lista do continente.

MILTON F.DA ROCHA FILHO, Agencia Estado

15 de janeiro de 2008 | 14h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.