Brasil é o 2.º em oportunidades de investimentos, diz estudo

Uma pesquisa realizada com as maiores empresas multinacionais do planeta indica que o Brasil é visto como o segundo local no mundo que mais oferece oportunidades e perspectivas para investimentos estrangeiros entre 2004 e 2005. O estudo, que tem a China como líder, foi realizado pela Conferência da ONU para o Comércio e Desenvolvimento (Unctad) e aponta que, entre as empresas consultadas, praticamente 60% responderam que o País veria um aumento dos fluxos de capitais direitos à economia.Há poucos meses, outro estudo da Unctad com especialistas do setor financeiro e técnicos sequer colocava o Brasil como o principal local de investimentos na América Latina. Segundo o estudo, cerca de 60% dos que responderam à enquete acreditam que o País será um "local atrativo" para o capital estrangeiro nos próximos dois anos, o que deixa o Brasil em segundo lugar no ranking mundial preparado pela Unctad. Na América Latina, o Brasil seria líder nas preferências das multinacionais, com "ampla vantagem" sobre os demais países da região. No ranking, o Brasil é seguido pela Polônia, que acaba de ingressar na União Europeía (UE), e pela África do Sul. Já a China continuará sendo o local mais atraente para os investidores. 78% das empresas acreditam que o país continuará a receber maiores investimentos até 2005.As empresas pesquisadas representam vendas de US$ 2,1 trilhões e empregam 5,1 milhões de pessoas. Das companhias que responderam à enquete, 75% delas acreditam que os investimentos no mundo vão crescer entre 2004 e 2007, otimismo baseado fatores: os sinais de crescimento da economia mundial e os lucros registrados por grande partes das multinacionais no segundo semestre de 2003, encorajando novos investimentos.

Agencia Estado,

04 de junho de 2004 | 07h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.