Brasil é o terceiro da lista de interesse em armas feita com impressora 3D

Mais de 100 mil internautas baixaram o programa em uma semana, especialmente nos EUA e Espanha

Efe,

10 de maio de 2013 | 18h58

 

As foto distribuídas pela companhia americana Defense Distributed mostram as peças da primeira pistola de fabricação caseira feita com uma impressora 3D.

O processo de fabricação foi distribuído pela internet por defensores da liberdade para o mercado de armas sem o controle das autoridades.

Segundo a empresa, a Espanha foi o país onde os internautas mais baixaram as instruções de como fabricar a arma, assim que o programa foi oferecido na semana passada. Na última quinta-feira os internautas dos Estados Unidos ultrapassaram os espanhóis.

O Brasil aparece em terceiro lugar no ranking, segundo a companhia. Em seguida aparecem a Alemanha e o Reino Unido.

Entre segunda e quarta-feira desta semana, o programa foi baixado por mais de 100 mil internautas através do portal da companhia no site Mega.co.nz, do grupo Kim Dotcom, conhecido por sua capacidade de evitar que as autoridades façam o rastreamento dos internautas.

 

Tudo o que sabemos sobre:
impressora3darmarevólver

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.