finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Brasil emite ? 750 milhões em títulos no mercado externo

O Banco Central confirmou no início da noite a captação de ? 750 milhões no mercado externo com a emissão de títulos do governo federal. O dinheiro ingressará nas reservas internacionais e será usado para completar a necessidade de financiamento da dívida externa para este ano.A notícia da emissão deu impulso para as empresas também buscarem recursos no mercado internacional. Hoje a Petrobras realizou emissão de bônus de dez anos no valor de US$ 600 milhões. Segundo o presidente do BC, Henrique Meirelles, as operações provam que o Brasil está superando a vulnerabilidade externa.O mercado financeiro comemorou. A bolsa subiu 0,15% para 22.534 pontos, com volume negociado de R$ 1,196 bilhão. O dólar fechou em R$ 2,901, em baixa de 0,41% e o risco Brasil ficou estável, em 496. Os títulos emitidos hoje terão vencimento em 24 de setembro de 2012 e o cupom (juro em dólar) ficou em 8,50%. Os juros da emissão corresponderam a uma taxa 4,77% maior que a dos títulos de referência do Tesouro alemão. A taxa de retorno para o investidor ficou em 8,70% ao ano. Os títulos foram colocados a 98,881% do valor de face. O presidente do BC destacou que a emissão de hoje foi feita depois das mudanças ocorridas no cenário externo, com a definição dos juros norte-americanos. "Depois das mudanças das últimas semanas, o Brasil volta com força ao mercado internacional", disse. Ele ressaltou que, com a emissão, o País praticamente atinge a meta de captar US$ 5,5 bilhões para os financiamento externo do setor público em 2004. "Praticamente fechou", afirmou, sem adiantar se haverá novas emissões ainda este ano.

Agencia Estado,

08 de setembro de 2004 | 18h39

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.