Brasil está pronto para crescimento sustentável, aponta OCDE

A Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) disse hoje que a recuperação econômica brasileira está bem alicerçada e o País está posicionado para iniciar uma trajetória de crescimento sustentável. "A performance do crescimento econômico do Brasil tem sido errática nos últimos anos mas as fundações para uma recuperação econômica sustentada parecem estar no geral posicionadas", disse a OCDE em sua segunda "Pesquisa sobre Brasil" (a primeira foi realizada em 2001), na qual faz uma profunda avaliação das perspectivas do País.Mas, embora adote um tom otimista, a OCDE alerta para a necessidade de uma maior consolidação da estabilidade macroeconômica e de mais reformas estruturais para que a "perspectiva positiva resulte num ciclo virtuoso de melhora na confiança e crescimento sólido e igualitário".Uma das sugestões do estudo é a elevação da atual meta de superávit fiscal primário - arrecadação menos despesas, exceto o pagamento de juros - para reduzir mais rapidamente a vulnerabilidade financeira do País. Segundo a OCDE, as medidas implementadas pelo atual governo brasileiro têm contribuído para restaurar gradualmente a confiança dos mercados, que havia declinado antes da eleição presidencial de 2002.Crescimento econômicoPara a OCDE, o crescimento econômico registrado no ano passado foi facilitado pelo relaxamento monetário que ocorreu a partir da segunda metade de 2003 até meados de 2004, e por causa do restabelecimento da confiança. "A demanda doméstica está se fortalecendo, após um período de forte aumento nas exportações", disse.Segundo a OCDE, o consumo privado está se recuperado, estimulado pela expansão do crédito e melhoras no mercado trabalhista. A taxa de desemprego formal continua elevada na maioria das cidades, mas sua tendência é de queda e os salários reais estão em alta, após ficarem estagnados ou caírem nos últimos anos. A OCDE acredita que a melhora no ambiente para negócios está dando um maior estímulo ao investimento privado, que dá sinais de recuperação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.