Brasil expressa apoio ao candidato do Uruguai para a OMC

O governo brasileiro anunciou o apoio formal ao candidato do Uruguai, o diplomata Carlos Pérez del Castillo, para ocupar a direção geral da Organização Mundial do Comércio (OMC). "O presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, ligou para o presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, para anunciar que seu governo apoiará o candidato sul-americano, o diplomata uruguaio Carlos Pérez del Castillo, para ocupar a direção da OMC", disse o embaixador uruguaio na OMC, Guillermo Valles.Pérez del Castillo e o ex-comissário europeu de Comércio, o socialista francês Pascal Lamy, são os dois candidatos em disputa para ocupar esse posto de direção do organismo multilateral do comércio.O candidato uruguaio expressou satisfação pelo apoio brasileiro a sua candidatura. "É muito importante e aprecio o gesto tanto do presidente Lula como do chanceler (Celso) Amorim", disse Pérez del Castillo, que está em Paris para realizar diversos encontros com os ministros do Comércio que participaram das reuniões da OMC. "O que mais estimo é que a América Latina pode trabalhar em sua totalidade. Essa unidade latino-americana vai refletir em outras regiões em desenvolvimento".O processo de seleção do presidente da OMC é realizado mediante a obtenção de consenso por parte dos 148 países e não como uma votação. Os países têm até 31 de maio para determinar quem será o próximo diretor-geral, em substituição ao tailandês Supachai Panitchpakdi, que acaba seu mandato em 31 de agosto.Brasil tinha apresentado um candidato, o embaixador na OMC, Luiz Felipe de Seixas Corrêa, que foi o primeiro eliminado. O ministro de Exteriores das Ilhas Maurício, Jayen Krisna Cuttaree, foi o segundo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.