Brasil fecha agosto com 224 milhões de celulares

O Brasil encerrou o mês de agosto com 224 milhões de linhas habilitadas de telefonia celular, de acordo com balanço divulgado hoje pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). No mês passado foram habitados 3,7 milhões de chips. Isso fez com que o crescimento nos oito primeiro meses do ano fosse de 10,39% sobre a base registrada no final de 2010, com 21 milhões de novos acessos. Em termos absolutos, o crescimento entre janeiro e agosto é o maior dos últimos 12 anos, superando a marca de 2008, quando 17,440 milhões de novas linhas foram habilitadas nesse período.

EDUARDO RODRIGUES, Agencia Estado

19 de setembro de 2011 | 18h51

Segundo a Anatel, 81,75% do total de celulares em operação no País são pré-pagos, chegando a 183,1 milhões de linhas, enquanto os 40,9 milhões restantes são pós-pagos (18,25%). Os aparelhos que suportam a tecnologia 3G - de internet banda larga móvel -, chegaram a cerca de 31,7 milhões em agosto, com crescimento de 53,56% no ano.

De acordo com o levantamento, o País já conta com 114,88 linhas para cada 100 habitantes, sendo que 19 Estados possuem uma chamada "teledensidade" superior a um acesso por pessoa. O Distrito Federal lidera essa estatística, com 196,13 linhas para cada centena habitantes.

A Vivo manteve sua liderança no mercado brasileiro em agosto, com participação de 29,54%, seguida por TIM (25,99%), Claro (25,36%) e Oi (18,78%).

Tudo o que sabemos sobre:
telefoniacelularesbalançoagosto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.