Brasil fecha outubro com 231,633 mi de celulares

O Brasil tinha, ao final de outubro, 231,633 milhões de acessos na telefonia móvel. De janeiro a outubro, foram registrados 28,689 milhões de novas habilitações. Somente no mês passado foram adicionados 4,281 milhões de acessos. Os números foram divulgados hoje pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

AYR ALISKI, Agencia Estado

18 de novembro de 2011 | 16h11

A "teledensidade" avançou em outubro, alcançando a marca de 118,62 acessos móveis para cada cem habitantes. Em setembro, eram 116,51 acessos móveis para cada cem habitantes. De acordo com a Anatel, 22 Estados e o Distrito Federal já registram mais de um celular por habitante. O DF, inclusive, ultrapassou no mês passado o índice de dois acessos móveis em serviço por habitante, com "teledensidade" de 202,48 acessos para cada grupo de cem habitantes.

Por tipo de plano, 189 milhões de celulares são pré-pagos (81,62%) e 42,6 milhões são pós-pagos (18,38%). Os terminais 3G (banda larga móvel) somaram, em outubro, mais de 37,6 milhões de acessos.

Na divisão de mercado, a Vivo lidera o ranking, com 68,586 milhões de acessos (29,61% do total). O segundo lugar ficou com a Tim, com 60,224 milhões de acessos (26,0% do total). A Claro conquistou o terceiro lugar, com 58,380 milhões de acessos (25,20% do total). A Oi ficou na quarta posição, com 43,691 milhões de acessos (18,86% do total). A CTBC ficou em quinto lugar, com 674,2 mil acessos (0,29% do total) e a Sercomtel na sexta posição, com 76,5 mil acessos (0,03%).

Tudo o que sabemos sobre:
celularesAnatel

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.