Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Brasil fecha outubro com superávit primário de R$15,3 bi

O setor público brasileiro fechououtubro com superávit primário de 15,347 bilhões de reais.Ainda assim, o montante economizado não foi suficiente paracobrir todas as despesas com juros, mostraram dados divulgadosnesta quinta-feira pelo Banco Central. O resultado ficou acima da mediana das estimativas deanalistas consultados pela Reuters, que indicava um superávitprimário (receitas menos despesas, sem considerar os gastos comjuros) de 11,85 bilhões de reais. Como as despesas com juros totalizaram 15,875 bilhões dereais, o resultado nominal das contas no mês passado acabouficando deficitário em 528 milhões de reais. Todos os segmentos do setor público encerraram outubro comsuperávit primário. O governo central --que inclui governofederal, BC e INSS-- registrou saldo primário positivo de10,018 bilhões de reais. Os Estados e os municípios tiveramsuperávit de 3,043 bilhões de reais, enquanto as empresasestatais fizeram uma economia para pagamento de juros de 2,287bilhões de reais. Em 12 meses encerrados em outubro, o superávit primárioficou em patamar equivalente a 4,23 por cento do ProdutoInterno Bruto (PIB). O BC informou ainda que a dívida líquida total do setorpúblico atingiu 43,7 por cento do PIB no mês passado, ante 43,5por cento em setembro. (Reportagem de Isabel Versiani; Texto de Renato Andrade)

REUTERS

29 de novembro de 2007 | 10h58

Tudo o que sabemos sobre:
BACENFISCALOUT

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.