Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Brasil ficará livre da aftosa em três anos, diz Stephanes

Ministro afirma que o governo vem trabalhando de forma bilateral com países que fazem fronteira com o Brasil

Fabíola Salvador, da Agência Estado,

08 de agosto de 2008 | 16h09

O ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, estimou hoje que todo o território nacional deverá estar livre de febre aftosa num prazo de três anos. As informações foram concedidas pela assessoria de imprensa do ministro, que hoje está no Pará. Segundo Stephanes, o governo vem trabalhando intensivamente de forma bilateral com países que fazem fronteira com o Brasil, como Paraguai, Bolívia e Venezuela e, multilateralmente, com organismos internacionais para eliminar a aftosa no continente. Ele afirmou que o ministério deve realizar, em breve, auditoria na estrutura de defesa agropecuária do Pará com o objetivo de avaliar o risco de febre aftosa no Estado. Atualmente, 44 municípios da região centro-sul paraense são reconhecidos internacionalmente como livres de febre aftosa com vacinação. A meta agora é estender este reconhecimento para as demais regiões.

Tudo o que sabemos sobre:
Reinhold Stephanesfebre aftosaPará

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.