Brasil ganha 7 milhões de novos internautas em um ano

País teve crescimento de 50% em usuários de internet entre 2007 e 2008, maior índice entre os pesquisados

Amanda Valeri, da Agência Estado,

22 de fevereiro de 2008 | 13h26

O número de internautas residenciais ativos no País - aqueles que acessaram a rede de computadores pelo menos uma vez no mês - em janeiro de 2008 ficou em 21,1 milhões de indivíduos. Na comparação com janeiro do ano passado, quando o universo de internautas atingiu a marca de 14 milhões, o incremento alcança os 50%. Já em relação a dezembro de 2007, o número é 1,4% inferior. VEJA TAMBÉM Brasil sobe em ranking e é o 4º maior produtor de spam Brasil é 81º em uso de celular e 72º em internet, diz Unctad De acordo com a pesquisa mensal Ibope/NetRatings, no período de um ano, o Brasil ganhou 7,1 milhões de novos usuários ativos mensais de internet em domicílios, o maior crescimento entre os dez países analisados pelo estudo. Com esse resultado, o País ficou à frente, em crescimento, dos Estados Unidos, que ganharam 4 milhões de novos internautas, e da França (3,2 milhões). Na avaliação do analista de mídia do Ibope/NetRatings, José Calazans, o principal motivo do crescimento de internautas no País é o maior número de residências com computadores e banda larga. "Desde 2005, o número mensal de internautas praticamente dobrou, ao evoluir de 10,7 milhões em janeiro de 2005 para 12 milhões em janeiro de 2006, 14 milhões em janeiro de 2007 e mais de 21 milhões em janeiro de 2008", destacou. A pesquisa também apurou que o Brasil continua a ser o país com o maior tempo médio de navegação residencial por internauta, com 23 horas e 12 minutos. Com isso, ele fica à frente da França (21 horas e 38 minutos), dos Estados Unidos (20 horas e 39 minutos) e da Austrália (19 horas e 13 minutos). Dentre as categorias analisadas pela pesquisa, a "Viagens e Turismo" apresentou o maior aumento porcentual do número de usuários em janeiro deste ano ante dezembro de 2007, com evolução de 9,6%. Em seguida aparecem as categorias "Informações Corporativas" (5,7%), "Governo e Entidades Sem Fins Lucrativos" (4,8%) e "Finanças e Investimento" (2,6%). A pesquisa constatou também que a categoria "Viagens e Turismo", que apresentou maior variação positiva na comparação mensal, atingiu, no mês passado, 6 milhões de usuários residenciais. Na comparação anual, os sites de viagens também registram o maior aumento porcentual, com 87%, à frente da categoria "Casa e Moda", que cresceu 72%, e da "Automotivo", que evoluiu 57%. "Buscadores, Portais e Comunidades" recebeu no mês 19,8 milhões de usuários e tempo médio de 5 horas e 48 minutos mensais por pessoa. De acordo com a Ibope/NetRatings, com esse expressivo número de internautas, a categoria concentra os principais interesses dos brasileiros na internet. Outra categoria que merece destaque é a "Telecomunicações e Serviços de Internet", que no mês passado acolheu 18,8 milhões de usuários, com um tempo de navegação médio por pessoa de 5 horas e 19 minutos.

Tudo o que sabemos sobre:
InternetInclusão digitalBanda larga

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.