Brasil imitará política industrial da Coréia do Sul, diz Mantega

O ministro do Planejamento, Guido Mantega, disse na noite desta segunda-feira que o modelo de política industrial que está sendo desenvolvido no Brasil é semelhante ao modelo sul-coreano com os incentivos sendo concedidos por tempo limitado, geralmente de três a cinco a anos.Segundo ele, na Coréia do Sul era exigido que parte da produção fosse destinada às exportações. "Isso obriga a empresa ser competitiva", afirmou. Mantega disse que os subsídios não deverão ser concedidos para todo um setor, mas sim para o elo mais fraco. As empresas beneficiadas serão obrigadas a atingir a competitividade prevista no prazo determinado.O ministro informou que o programa de compras governamentais também deverá ser incluído, beneficiando a produção interna. Citou como exemplo o que já vem sendo feito pela Petrobras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.