Brasil lidera interesse do setor de seguros dos EUA

O Brasil é o principal foco de investimentos entre os países emergentes no setor de seguros, de acordo com pesquisa recém-lançada pela KPMG. Realizado com 101 executivos do setor dos Estados Unidos, o trabalho indica que 15% dos entrevistados apontaram o País entre os emergentes nos quais sua empresa planeja investir mais de US$ 5 milhões ao longo do próximo ano.

KELLEN MORAES, Agencia Estado

30 de julho de 2013 | 12h04

Na sequência, estão China (9%), Índia (8%), Colômbia (6%), Coreia (4%) e México (3%). Intitulado "Pesquisa de perspectivas para a indústria de seguros: balanceando as mudanças regulatórias com o aumento de custos", o estudo também indica que 60% entrevistados disseram que as pressões regulatórias e legislativas são as barreiras mais significativas para o crescimento da empresa. A incerteza política e regulatória foi citada por 58% dos participantes como maior ameaça para os modelos de negócio.

"Com os recentes acontecimentos na China somados às diferenças culturais, o Brasil acaba se consolidando como o principal alvo quando comparado às outras nações emergentes", avaliou Lucio Anacleto, sócio da área de Financial Risk Management da KPMG no Brasil, por meio de nota.

Tudo o que sabemos sobre:
pesquisa KPMGseguros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.