Divulgação/Tembici
Divulgação/Tembici

Brasil cresce 400% em 10 anos e lidera ranking de bicicletas compartilhadas na América Latina

Pesquisa da startup Tembici mostra também que o país conta com 25 sistemas de bike sharing atualmente

Érika Motoda e Jessica Brasil Skroch, O Estado de S.Paulo

24 de maio de 2022 | 14h21

O Brasil tem a maior oferta de bicicletas compartilhadas da América Latina, respondendo por 33% do total do continente. Os dados são do estudo “Micromobilidade no sul global” da startup Tembici, plataforma de bicicletas compartilhadas parceira de Itaú e iFood.

O levantamento mostra que o meio de transporte vem crescendo no continente: na última década, os lançamentos de novos sistemas passaram de 7 para 35, um aumento de 400%. 

Atualmente o Brasil conta com 25 sistemas do tipo, chamados de bike sharing. Em toda a América Latina, são 75 sistemas funcionando em 13 países, com cerca de 45 mil bicicletas compartilhadas. 

O estudo ainda apresenta informações sobre os usuários do serviço no País. Entre as motivações, conforto (39%) - ao evitar transportes lotados e por não precisar ter uma bicicleta própria, por exemplo -, saúde (23%), economia de tempo (13%) e transporte sustentável (10%) são os principais benefícios apontados.

Tudo o que sabemos sobre:
América LatinaTemBicibicicleta

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.