Brasil monitora protecionismo

O governo brasileiro criou um sistema de alerta interno para detectar qualquer tipo de novas barreiras comerciais criadas pelo planeta. O mecanismo funciona dentro do Itamaraty e serve para que o governo possa monitorar o impacto de medidas discriminatórias e que possam afetar a competitividade dos produtos nacionais. Cada uma das embaixadas e missões do Brasil pelo exterior recebeu uma ordem do Itamaraty para que informe de forma detalhada cada uma das novas medidas comerciais adotadas pelos países estrangeiros. O Brasil, por exemplo, está avaliando o impacto das medidas chinesas que acabam de ser adotadas e que privilegiam apenas empresas locais em licitações públicas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.