JF DIORIO/ESTADÃO
JF DIORIO/ESTADÃO

Brasil não aguenta mais pagar impostos, diz Rodrigo Maia

Diante de estudos do governo para aumentar a arrecadação, presidente da Câmara foi aplaudido por empresários ao criticar excesso de carga tributária

Eduardo Laguna, André Ítalo Rocha e Marcelo Osakabe, O Estado de S.Paulo

08 Agosto 2017 | 13h44

Em meio às medidas em estudo pelo governo para aumentar a arrecadação, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), disse que o Brasil precisa ter a clareza de que a sociedade não aguenta mais pagar imposto e a ineficiência do Estado. 

+ Temer confirma que governo estuda nova alíquota de Imposto de Renda

Ao participar da abertura do congresso promovido pela Fenabrave, entidade que representa as concessionárias de veículos, Maia assinalou que o Brasil precisa reconstruir todos os males dos últimos anos e foi bastante aplaudido por uma plateia composta por empresários e executivos do setor automotivo quando abordou o excesso da carga tributária do País.

+ Governo avalia pacote de aumento de impostos para 2018

O parlamentar defendeu em seu discurso a reforma da Previdência, segundo ele, o "coração de todas as reformas". "Precisamos acabar com os privilégios tanto do setor público quanto do setor privado", frisou ao falar sobre as mudanças nas regras de aposentadoria.

Maia adiantou ainda que o relatório da reforma tributária já está pronto e que agora é preciso debater se vale a pena colocar em tramitação a reforma fatiada ou completa.

Mais conteúdo sobre:
Rodrigo Maia Imposto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.