Brasil obtém vitórias no debate sofre futuro da Internet

A primeira reunião da ONU para debater o futuro do controle da Internet foi concluída ontem em Genebra com uma lista de 42 pontos que deverão ser estudados pelos especialistas. O Brasil conseguiu incluir na lista pontos como a redução dos custos de conexão, além do próprio debate sobre a gestão de servidores de Internet.Mas representantes de países ricos e empresas forçaram a inclusão de temas como privacidade e controle de conteúdo em uma iniciativa avaliada pelo Brasil como uma estratégia para impedir um consenso. A idéia da ONU agora é pedir que os países indiquem quais são suas prioridades. O governo brasileiro promete mobilizar os representantes de países como a China, Uruguai, Quênia e África do Sul para que fique claro que essas nações emergentes querem concentrar os esforços nos temas relacionados ao controle da gestão da Internet, hoje nas mãos dos Estados Unidos. A ONU tem até meados de 2005 para produzir um relatório com sugestões sobre o futuro da rede mundial de computadores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.