Brasil ofereceu crédito a Cuba para infra-estrutura

O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, informou que o Brasil ofereceu ao governo de Cuba crédito para infra-estrutura e para a agricultura de forma a favorecer a produção de alimentos.Amorim não quis comentar sobre a expectativa do governo brasileiro em relação à abertura política daquele país após a renúncia do ditador Fidel Castro e nem sobre a velocidade da abertura. "É um problema dos cubanos. O País vive uma situação de estabilidade, está calmo e tranqüilo e vemos uma transição de poder de maneira boa e positiva", declarou.Esse disse ainda que a Petrobras está envolvida na exploração e busca de petróleo em águas cubanas. "Há muita coisa a ser feita entre os dois países", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.