Brasil participará da fabricação de novos caças, diz Viegas

Independente de quem vença a licitação para o fornecimento de caças à Força Aérea Brasileira (FAB), o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai garantir a participação da indústria nacional no projeto. A garantia foi dada hoje pelo ministro da Defesa, José Viegas, após o lançamento do novo Embraer 190.Segundo ele, o anúncio do consórcio vencedor dessa licitação sairá até o mês de abril. "Certamente os interesses nacionais serão levados em conta nessa licitação", reiterou o ministro. Ele disse que a indústria nacional sempre terá instâncias e parcerias no projeto vencedor: "É parte de nossa estratégia e nosso desejo favorecer a participação da indústria nacional neste empreendimento."O ministro da Defesa disse que as ofertas finais dessa licitação foram recebidas no mês de novembro. A partir daí, foi criada uma comissão especial para assessorar os membros do Conselho de Defesa. Essa comissão já se reuniu duas vezes, o resultado deverá sair até abril e a garantia é que os interesses nacionais serão levados em conta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.