Brasil participará de reconstrução da Argélia

O Brasil deve ajudar na reconstrução da Argélia, assolada por um terremoto na semana passada. O presidente argelino, Abdelaziz Boutlefika, sugeriu hoje ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em Lausanne, na Suíça, que empresas brasileiras participem da reconstrução da mais de 15 mil casas e edifícios no país. Os dois chefes de estado participam neste final de semana, em Evian, na França, da cúpula do G-8 - o Grupo dos Oito, composto pelos sete países mais ricos do mundo e a Rússia.O secretário de assuntos internacionais do governo brasileiro, Marco Aurélio Garcia, afirmou que o tema será tratado pelo representante diplomático do Brasil na Argélia com as autoridades locais e acompanhado pelo ministro da Indústria, Desenvolvimento e Comércio, Luiz Fernando Furlan. Durante o encontro com Boutlefika, o presidente Lula também anunciou ajuda humanitária à Argélia, que consistirá principalmente no envio de medicamentos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.