Brasil perde quase US$ 1 bi na primeira semana de dezembro

Saída de dólares é causada por déficit na balança comercial; em novembro, fluxo foi positivo em US$ 3,8 bilhões

FERNANDO NAKAGAWA, Agencia Estado

09 de dezembro de 2009 | 13h13

O mês de novembro terminou com fluxo cambial positivo de US$ 3,890 bilhões.  Dados divulgados nesta quarta-feira, 9, pelo Banco Central (BC) mostram que a movimentação de dólares para o Brasil foi positiva pelo oitavo mês consecutivo. Contudo, os dados preliminares de dezembro mostram que a tendência se inverteu em relação ao verificado em novembro. Na primeira semana deste mês, o Brasil perdeu quase US$ 1 bilhão.

 

Na primeira semana de dezembro, a saída se concentrou totalmente no segmento comercial, que amargou déficit de US$ 1,421 bilhão, resultado de importações de US$ 2,663 bilhões e exportações de US$ 1,243 bilhão. A saída de dólares pelo comércio exterior foi parcialmente compensada pela entrada de US$ 495 milhões no segmento financeiro. Nessa conta, foram registrados ingressos de US$ 5,400 bilhões e saídas de US$ 4,904 bilhões na semana.

 

Nesta quarta-feira, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, reiterou que o governo tomará outras medidas cambiais, se necessário, para que não haja excesso de valorização do real frente ao dólar. O câmbio, segundo o ministro, "está bem confortável, ultimamente". "Temos uma desvalorização do real e não uma valorização", afirmou Mantega , ao comentar os efeitos da decisão do governo de taxar com IOF a entrada de capital externo.

 

O resultado de novembro, no entanto, contrasta com o observado em igual mês de 2008, no auge da crise financeira, quando estrangeiros sacaram US$ 7,159 bilhões do País.

Segundo o BC, o ingresso de dólares no mês passado foi liderado pelo segmento financeiro, responsável pela entrada líquida de US$ 2,432 bilhões. Nesse valor, estão incluídas todas as transferências para compra de ações, títulos de renda fixa, investimento produtivo e remessa de lucros, entre outras transações. No mês, foram registrados ingressos totais de US$ 24,863 bilhões e saídas de US$ 22,432 bilhões.

O resultado positivo teve, ainda, ajuda da conta comercial, com superávit de US$ 1,458 bilhão no mês passado. O valor foi gerado por exportações de US$ 13,148 bilhões e importações de US$ 11,689 bilhões no decorrer de novembro.

 

(com Adriana Fernandes, da Agência Estado)

Tudo o que sabemos sobre:
fluxocâmbiodólarBanco Central

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.