Brasil poderá ser a 4ª economia do mundo em 2050

O Brasil poderá ser a quarta maior economia do mundo em 2050, atrás apenas da China, Estados Unidos e Índia, disse o relatório da PricewaterhouseCoopers, noticiado na edição desta sexta-feira do jornal britânico The Times. "O relatório examina tendências demográficas para sugerir que países como o México, Indonésia, Brasil e Turquia têm jovens populações que crescem rapidamente, em comparação à Grã-Bretanha e Europa continental, posicionando-os para taxas de crescimento significativamente mais altas no longo prazo."Segundo The Times, "o relatório identifica todos esses países coletivamente, junto da Rússia, como o grupo ´E7´, de economias emergentes, que ele estima que vão crescer para se tornar 75% maiores do que o grupo G7 em 2050."De acordo com o artigo, a PricewaterhouseCoopers coloca Japão, Indonésia e México atrás do Brasil na lista de grandes economias de 2050.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.