Brasil precisa elevar investimentos para 25% do PIB, diz Coutinho

Presidente do BNDES defendeu aumento para criar um crescimento sustentável

Sabrina Valle, da Agência Estado,

28 de abril de 2011 | 19h29

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social (BNDES), Luciano Coutinho, defendeu que o País deve elevar o investimento de 24% a 25% do Produto Interno Bruto (PIB), como estratégia para criar um crescimento sustentável. "Isso significa agregar 5 pontos extras, o que é um grande desafio", afirmou Coutinho, durante o Fórum Econômico Mundial.

Segundo ele, aumentar o investimento se torna necessário diante de um novo desafio ao governo, que se impõe depois de já estarem em andamento programas para a eliminação da pobreza extrema. Agora, diz Coutinho, o governo quer criar melhores condições, em geral, para a população, o que significa mais acesso a serviços públicos, como educação e saúde, além de melhoras no setor de habitação.

Os comentários de Coutinho foram feitos em resposta a Ricardo Hausmann, diretor do Centro de Desenvolvimento Internacional de Harvard, que afirmou haver "tremendos sinais de superaquecimento" no Brasil, o que evidenciam limites para o crescimento.

Coutinho afirma que é preciso moderar os gastos públicos e o aumento do consumo, mas que é preciso privilegiar investimentos. De acordo com ele, o desafio é encontrar o equilíbrio perfeito entre o corte de gastos, sem que isso prejudique o aumento dos investimentos e do crescimento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.