Brasil precisa reduzir dependência, diz ex-presidente do FED

O ex-presidente do FED (banco central dos Estados Unidos), Paul Volcker, afirmou hoje que as políticas do Brasil serão muito mais convincentes quando o País conseguir andar com ?as próprias pernas?, sem ajuda do Fundo Monetário Internacional (FMI). ?Ao longo do tempo, para ter políticas completamente convincentes, o Brasil deverá progredir sem estar amarrado ao FMI?, disse Volcker no evento ?política Monetária, Inflação e Crescimento?, promovido pelo banco Pactual. ?Se você prova que pode andar com próprias pernas, e não só por causa de ajuda externa, é muito mais convincente. O FMI pode ajudar muito, mas a credibilidade duradoura precisa ser a do próprio país.? Segundo Volcker, para que o Brasil consiga abrir mão do acordo com o FMI, ele precisa antes convencer o mercado de que realmente tem políticas disciplinadas. ?E vai seguir essas políticas, com ou sem o FMI?, completou. ?Quando você chega a esse ponto, aí sim, você pode seguir sozinho, sem ajuda do FMI.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.