Brasil provavelmente sacará parcela do FMI, diz Palocci

O ministro da Fazenda, Antonio Palocci, disse hoje que o País "provavelmente" sacará a penúltima parcela (cerca de US$ 4,2 bilhões) do empréstimo no valor total de US$ 30 bilhões que o País recebeu do Fundo Monetário Internacional (FMI). Questionado se o Brasil sacará a parcela, ele se limitou a dizer: "Provavelmente". Além dessa, ainda resta uma última parcela, cotada hoje em cerca de US$ 7,7 bilhões. Sobre a aprovação, pela diretoria executiva do FMI, da penúltima revisão do programa econômico de transição negociado com o Brasil no governo FHC, o ministro disse: "Parabéns para o Brasil". Palocci está, na tarde desta sexta-feira, participando de solenidade comemorativa da Semana da Pátria, no Palácio do Planalto. Presentes estão também os ministros do Planejamento, Guido Mantega; da Casa Civil, José Dirceu, e do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, general Armando Félix.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.