Brasil quer concluir logo acordo com FMI sobre gasto público

O Ministério da Fazenda divulgou na noite desta segunda-feira informando que espera concluir ainda este ano as negociações com o Fundo Monetário Internacional sobre a exclusão dos investimentos em infra-estrutura dos gastos públicos. A nota não traz novidades é curta e não menciona detalhes sobre as negociações. A chefe da missão Ter-Minassian informou que a missão encerra os trabalhos nesta terça-feira, quando ela deverá retornar aos Estados Unidos.Segundo o Ministério da Fazenda, na reunião de hoje do ministro Antonio Palocci com Tereza Ter-Minassian foram discutidas várias opções para os investimentos em infra-estrutura para acelerar o crescimento econômico no médio prazo de maneira consistente, com uma política fiscal saudável e sustentável.A nota diz que "destacou-se a importância de fortalecer o sistema de avaliação, seleção, implementação e monitoramento dos investimentos públicos, e observou-se a relevância de se promover o envolvimento do setor privado na construção e operação da infra-estrutura no Brasil, inclusive através de Parcerias Público-Privadas eficientes e fiscalmente responsáveis".O documento informa que a missão do FMI, em conjunto com o Banco Mundial e o Banco Interamericano de Desenvolvimento, analisou nos últimos dias as tendências dos investimentos em infra-estrutura nos últimos anos e as possibilidades para lidar com as necessidades mais importantes nessa área.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.