coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Brasil recorrerá à OMC contra salvaguarda dos EUA ao aço

O Brasil decidiu recorrer das salvaguardas norte-americanas ao aço na Organização Mundial do Comércio (OMC). "Se vai ser na semana que vem ou na seguinte eu não sei", disse o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Sérgio Amaral, acrescentando que o Itamaraty está preparando a defesa e que se trata de uma questão técnica.Amaral informou que o Brasil já fez uma consulta no âmbito do Acordo de Salvaguardas da OMC. "E agora entrará com os procedimentos, que começam também com uma consulta de recurso, um ´panel´, que é um mecanismo de solução de controvérsias na OMC", disse.Questionado sobre se o Brasil iria retaliar comercialmente os Estados Unidos, a exemplo do que fizeram a União Européia e o Japão, o ministro limitou-se a dizer que o mecanismo de solução de controvérsias da OMC pode ser concluído com uma autorização de retaliação. "O procedimento normal é que você recorre ao mecanismo de solução de controvérsias e pede compensação. Se não tiver compensação e ganhar a causa você é autorizado a impor medidas a outro país, que você pode chamar de retaliações", disse.Amaral disse também que prefere aguardar a entrega da nova proposta do Instituto Brasileiro de Siderurgia (IBS) para proteger o mercado brasileiro apenas depois de recebê-la.

Agencia Estado,

17 de maio de 2002 | 14h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.