Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Brasil reduziu vulnerabilidades, diz FMI

O Fundo Monetário Internacional (FMI), afirma em sua revista trimestral Finance & Development, que "políticas macroeconômicas disciplinadas, maior competitividade internacional e progressos nos reformas estruturais reduziram as vulnerabilidades" do Brasil nos últimos anos, mas alerta que "grandes desafios persistem" para o país.A revista dedica a sua coluna Focus ao País, com um página de gráficos e comentários sobre o desempenho da economia brasileira. "A performance das exportações tem sido notável, levando a uma impressionante reviravolta na conta corrente", disse o Fundo. "Como resultado, a necessidade de financiamento externo bruto caiu e os indicadores de reservas têm melhorado constantemente."Mas o FMI observa que apesar de avanços, o crescimento da renda per capita continua a decepcionar "indicando a necessidade de mais reformas estruturais, incluindo o fortalecimento dos mercados de crédito interno para estimular investimentos".Além disso, "a pobreza e a desigualdade social persistem, ressaltando a necessidade uma carga tributária distribuída mais igualitariamente e da melhora na maneira que os recursos públicos são utilizados".

Agencia Estado,

07 de dezembro de 2004 | 10h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.