JOSE PATRICIO/ESTADÃO
JOSE PATRICIO/ESTADÃO

Brasil registra saída de US$ 2,5 bilhões em março

Em fevereiro, fluxo cambial ficou negativo em US$ 9,3 bilhões; no ano, País acumula saída de US$ 10 bilhões

Célia Froufe, O Estado de S.Paulo

06 de abril de 2016 | 13h22

BRASÍLIA - Depois de registrar saídas líquidas inéditas de US$ 9,294 bilhões em fevereiro, o fluxo cambial brasileiro ficou negativo em março em US$ 2,543 bilhões, conforme informou nesta quarta-feira, 6, o Banco Central. 

O fluxo cambial do ano até o dia 1º de abril ficou no vermelho em US$ 10,021 bilhões ante saldo negativo de US$ 10,392 bilhões visto até o dia 24. Em igual período do ano passado, as entradas superaram os envios em US$ 5,114 bilhões. No início de 2015, os investidores estavam animados com a nova composição da equipe econômica, liderada pelo então ministro da Fazenda, Joaquim Levy.

A saída de dólares pelo canal financeiro em março foi de US$ 4,280 bilhões, resultado de entradas no valor de US$ 50,946 bilhões e de retiradas no total de US$ 55,226 bilhões. Este segmento reúne os investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações. No ano, a retirada de dólares por esse canal é de US$ 17,303 bilhões.

Já no comércio exterior, o saldo de março ficou positivo em US$ 1,737 bilhão, com importações de US$ 11,412 bilhões e exportações de US$ 13,149 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 2,963 bilhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 2,916 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 7,270 bilhões em outras entradas. Em 2016, o saldo está positivo em US$ 7,282 bilhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.