Brasil retomará construção da 2ª ponte para o Paraguai

O Brasil vai retomar a construção da segunda ponte para o Paraguai. O tema foi cobrado pelo presidente paraguaio Fernando Lugo na reunião bilateral, agora pela manhã, com a presidente Dilma Roussef. De acordo com o assessor especial da Presidência Marco Aurélio Garcia, Lugo pediu e a presidente concordou em apressar a obra.

LISANDRA PARAGUASSU, ENVIADA ESPECIAL, Agencia Estado

29 de junho de 2011 | 12h44

"A presidente concordou em apressar o projeto da segunda ponte. Também faremos para breve uma reunião sobre a construção de uma linha ferroviária entre os dois países", disse o assessor da Presidência. "Inicialmente a segunda ponte seria apenas rodoviária, mas estamos estudando a possibilidade de incluir a ligação ferroviária". A ponte será totalmente financiada pelo Brasil.

Lugo ainda pediu à Dilma uma solução para o caso dos sacoleiros de Ciudad Del Este. Do lado brasileiro, a presidente cobrou de Lugo a regularização das terras de brasileiros dentro do território paraguaio, um problema que se arrasta por anos. "Ele nos deu garantias muito sólidas", disse Marco Aurélio.

O assessor afirmou ainda que não se tratou de novos reajustes para Itaipu. "Atingimos um nível muito positivo na relação e para isso contribuiu muito a aprovação do acordo de Itaipu".

Tudo o que sabemos sobre:
transportesponteParaguaiDilmaLugo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.