Brasil será sede de reunião anual do BID

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Luís Alberto Moreno, vão assinar no dia 16 de fevereiro, em Brasília, o memorando de entendimentos que vai formalizar o Brasil como país-sede da 47ª Reunião Anual da Assembléia de Governadores do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e da 21ª Reunião Anual da Assembléia de Governadores da Corporação Interamericana de Investimentos. Segundo o secretário para Assuntos Internacionais do Ministério do Planejamento, José Carlos da Rocha Miranda, o memorando vai oficializar, também, Belo Horizonte como a cidade que o país-sede designou para a realização do evento.Em decreto assinado por Lula em 15 de agosto do ano passado, o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, foi indicado como coordenador-geral da 47ª Assembléia de governadores do BID. E Rocha Miranda foi indicado coordenador-geral da comissão organizadora do evento, junto com o secretário-executivo do BID, Carlos Jarker. A coordenação executiva da reunião cabe ao governo de Minas Gerais e à prefeitura de Belo Horizonte.A assembléia de governadores do BID, segundo o secretário, envolve três tipos de eventos. O primeiro deles é a realização de seminários, no período de 29 de março a 1º de abril, sobre os seguintes temas: inovação tecnológica e competitividade; juventude; Amazônia; financiamento e novas políticas energéticas na América Latina e Caribe; programas para redução da pobreza na América Latina como o executado por Brasil, México e Chile; e novos instrumentos de financiamento.A segunda e terceira parte do evento ocorrerão simultaneamente: a Assembléia dos Governadores e a da Corporação Interamericana de Investimentos, em que serão discutidos os rumos do BID e o que os países querem que o organismo financeiro implemente como política no próximo ano, e a reunião com os presidentes de cerca de 30 bancos internacionais e os presidentes dos bancos centrais dos países que integram o BID.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.