Brasil tem 14 empresas na lista das 100 líderes dos emergentes

Segundo consultoria, essas companhias estão se globalizando rapidamente e desafiando as líderes mundiais

Danielle Chaves, da Agência Estado,

28 de janeiro de 2009 | 18h10

Uma lista elaborada pela consultoria Boston Consulting Group (BCG) das 100 empresas de países emergentes consideradas "desafiadoras" - que estão se globalizando rapidamente e desafiando as líderes mundiais já estabelecidas - foi divulgada nesta quarta-feira, 28, no Fórum Social Mundial e colocou o Brasil em terceiro lugar, com 14 companhias. A novidade brasileira deste ano foi a Camargo Corrêa, conglomerado que atua em diversos segmentos, desde construção e engenharia até calçados e têxteis. No relatório, o BCG explica que as 100 empresas listadas são grandes, têm expandido ativamente seus negócios em mercados externos e aumentado o acesso a recursos internacionais. "Nós analisamos os modelos de negócio inovadores e os recentes sucessos dessas companhias - bem como os desafios que enfrentam e os obstáculos que superaram - para nos ajudar a entender como os desafios em geral estão crescendo e mudando", disse a consultoria. O Brasil ficou atrás apenas da China, com 36 empresas listadas, e da Índia, com 20. Também fazem parte do grupo de empresas brasileiras listadas pelo BCG a Coteminas, Embraer, Gerdau, JBS-Friboi, Marcopolo, Natura, Grupo Odebrecht, Perdigão, Petrobras, Sadia, Vale, Grupo Votorantim e WEG. Confira abaixo as 100 empresas que fazem parte da lista do BCG: ArgentinaTenaris BrasilGrupo Camargo CorrêaCoteminasEmbraerGerdauJBS-FriboiMarcopoloNaturaGrupo OdebrechtPerdigãoPetrobrasSadiaValeGrupo VotorantimWEG ChileCSAVFalabella ChinaAluminum Corporation of China (Chalco)Baosteel GroupBYD GroupChery AutomobileChina Communications Construction Company (CCCC)China International Marine Containers Group (CIMC)China MinmetalsChina MobileChina National Chemical Corporation (ChemChina)China National Offshore Oil Corporation (CNOOC)China National Petroleum Corporation (CNPC)China Petroleum & Chemical Corporation (Sinopec)China Shipbuilding Industry Corporation (CSIC)China Shipping GroupCOFCOCosco GroupDalian Machine Tool Group (DMTG)FAW GroupGalanz GroupGree Electric AppliancesHaierHisense GroupHuawei TechnologiesJohnson ElectricLenovo GroupLi & Fung GroupMidea GroupShanghai Automotive Industry CorporationSinochemSinomach (China National Machinery Industry Corporation)SinosteelSuntech PowerTechtroniv InudtsriesVtech HoldingsWanxiang GroupZTE HungriaGeodeon RichterÍndiaBajaj AutoBharat ForgeCromptom GreavesDr. Reddy's LaboratoriesHindalco IndustriesInfosys TechnologiesLarsen & ToubroMahindra & MahindraReliance IndustriesSuzlon EnergyTata ChemicalsTata CommunicationsTata Consultancy Services (TCS)Tata MotorsTata SteelTata TeaUnited SpiritsVedanta ResourcesVideocon IndustriesWipro IndonésiaIndofood Sukses MakmurWilmar International KuwaitAgility MalásiaMISC BerhadPetronas MéxicoAmérica MóvilCemexFemsaGrumaGrupo BimboMexichemNemak RússiaBasic ElementEvrz GroupGazpromLukoilSeverstalSistema TailândiaCharoen Pokphand GroupThai Union Frozen Products TurquiaKoç HoldingSabanci Holding Emirados Árabes UnidosDubai WorldEmaar PropertiesEmirates AirlineEtisalat

Tudo o que sabemos sobre:
EmpresasBrasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.