Foto: Hkun Lat / AP
Foto: Hkun Lat / AP

Brasil tem 588 mil crianças trabalhando na agropecuária

329.096 meninos e 258.709 meninas de até 13 anos de idade atuam em estabelecimentos agropecuários no País

Daniela Amorim e Vinicius Neder, O Estado de S.Paulo

26 de julho de 2018 | 10h00

O Brasil tem mais de meio milhão de crianças trabalhando no campo. Ao todo, são 587.805 trabalhadores com até 13 anos de idade, atuando em estabelecimentos agropecuários: 329.096 meninos e 258.709 meninas. Os dados, divulgados nesta quinta-feira, fazem parte dos resultados preliminares do Censo Agropecuário 2017, apurado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

“Existe uma questão, muitas vezes cultural, em que todos da família ajudam na atividade, inclusive os menores”, opinou Antonio Carlos Florido, coordenador técnico do Censo Agropecuário.

De acordo com a legislação brasileira, o trabalho infantil se refere às atividades econômicas ou de sobrevivência, com ou sem finalidade de lucro, remuneradas ou não, realizadas por crianças ou adolescentes em idade inferior a 16 anos, independentemente da sua condição ocupacional. A única exceção são os pequenos trabalhadores que estão na condição de aprendiz, a partir dos 14 anos.

A maior parte das crianças que trabalhavam no período de referência do levantamento censitário (507.132) estava ocupada em estabelecimentos que pertenciam a alguém da família. Os demais atuavam em estabelecimentos de terceiros: 48.054 trabalhavam de forma permanente, 25.577 tinham vínculo temporário e outras 7.042 crianças estavam em regime de parceria.

Tudo o que sabemos sobre:
agropecuáriatrabalho infantil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.